VZ1 Notícias

Terça-feira, 18 de Junho de 2024
PREFEITOS ALERTAM QUE FALTA DE RECURSOS DO ESTADO PODE PARALISAR ASSISTÊNCIA SOCIAL EM MINAS

Social
433 Acessos

PREFEITOS ALERTAM QUE FALTA DE RECURSOS DO ESTADO PODE PARALISAR ASSISTÊNCIA SOCIAL EM MINAS

O presidente da AMM, Marcos Vinicius, cobra fonte de financiamento para os serviços de assistência social

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A falta de ajuda do governo Romeu Zema (Novo) para a prestação dos serviços de assistência social nos municípios mineiros virou alvo de uma cobrança dos prefeitos à administração estadual. Os prefeitos – que receiam uma paralização dos serviços  – temem que o governo repita o corte de recursos do orçamento destinado ao setor, que neste ano chegou a R$ 1 bilhão. 

“Nós temos fontes para financiamento da saúde, que os municípios são obrigados a investir 15%. Nós temos a obrigação de 25% na educação. Mas a assistência social, em que as demandas a cada ano crescem mais, não tem uma fonte de financiamento”, alerta Marcos Vinicius Bizarro, presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM).

Solução definitiva

No fim de 2023, o governo vetou um trecho da Lei Orçamentária Anual de Minas Gerais de 2024 (LOA) que destinava quase R$ 1 bilhão para o Fundo Estadual de Erradicação da Miséria (FEM). A situação provocou uma onda de reclamações de prefeitos e deputados da oposição e, em março, o governo liberou R$ 919 milhões. Mas o dinheiro, segundo os prefeitos, ainda é pouco e não resolveu o problema das cidades. Eles cobram uma solução definitiva para a questão.

O secretário de Estado de Governo, Gustavo Valadares, explicou que os recursos do FEM têm garantido fluxo de caixa do governo para resolver outras questões, como o investimento mínimo em educação e o pagamento em dia dos servidores. Valadares busca dar uma garantia de que o governo do Estado irá atuar junto com os municípios visando uma solução definitiva para a questão.

FONTE/CRÉDITOS: O Tempo
FONTE/CRÉDITOS (IMAGEM DE CAPA): Divulgação/AMM
Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!