VZ1 Notícias

Quarta-feira, 17 de Julho de 2024
GOVERNO FEDERAL ANULA LEILÃO PARA COMPRA DE ARROZ IMPORTADO

Governo
407 Acessos

GOVERNO FEDERAL ANULA LEILÃO PARA COMPRA DE ARROZ IMPORTADO

A medida foi tomada após questionamentos sobre as empresas que participaram do certame

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

O presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Edegar Pretto, anunciou nesta terça-feira (11) que o governo decidiu anular o leilão para compra de arroz importado. A decisão foi anunciada em coletiva ao lado do Ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, no Palácio do Planalto.

"Pretendemos fazer um novo leilão, quem sabe em outros modelos, para que a gente possa ter garantia que vamos contratar empresa com capacidade técnica e financeira. A decisão é anular este leilão e proceder um novo mais ajustado", esclareceu Pretto.

A medida foi tomada após questionamentos sobre as empresas que participaram do certame, mas não têm histórico de atuação no mercado do cereal. Entre as empresas, havia estabelecimentos de locação de carros e máquinas pesadas, um comerciante de queijos e uma processadora de polpas de frutas.

Compra

Na última quinta-feira (6) o governo havia adquirido 263 mil toneladas de arroz importado e beneficiado no leilão de compra pública a um custo total de R$ 1,316 bilhão, dinheiro que não chegou a ser pago as empresas vencedoras.

A decisão do governo de importar o produto visa evitar eventual aumento de preço ou desabastecimento em decorrência das enchentes no Rio Grande do Sul, estado que responde por 70% da produção do cereal no Brasil.

O arroz importado que será adquirido no novo leilão vai ser distribuído para 21 estados do país e o Distrito Federal ao preço tabelado de R$ 20,00 o saco de 5 quilos. 

 

FONTE/CRÉDITOS: Site Exame
FONTE/CRÉDITOS (IMAGEM DE CAPA): Reprodução/Net
Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!