VZ1 Notícias

Quarta-feira, 17 de Julho de 2024
DESTILARIA DA BOLÍVIA LANÇA CERVEJA PRODUZIDA COM FOLHA DE COCA

Economia
331 Acessos

DESTILARIA DA BOLÍVIA LANÇA CERVEJA PRODUZIDA COM FOLHA DE COCA

Lançamento acontece em meio aos esforços do governo boliviano para “desestigmatizar” a planta

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Em La Paz, na Bolívia, um novo sabor surge em meio às garrafas de cervejas: a Coca Beer. Feita à base de folha de coca e produzida pela destilaria El Viejo Roble, a nova cerveja promete conquistar os consumidores locais. O lançamento acontece em meio aos esforços do governo boliviano para “desestigmatizar” a planta e legalizar sua exportação.

A destilaria já produzia outras bebidas alcóolicas feitas à base de coca e Adrián Álvarez, que dirige a empresa, garante que a folha irá incrementar o sabor da cerveja. “Cerveja pode ser uma bebida amarga, mas com o sabor doce que lhe damos com a coca, ela fica mais palatável”, obvervou ele.

Apesar do novo produto inusitado, a venda das bebidas produzidas pela destilaria se limita a feiras artesanais na Bolívia e no Peru, país vizinho, nações onde a folha é legalizada, desde que não seja para a produção de cocaína. 

Narcótico

Para o resto do mundo, o martelo da Organização das Nações Unidas (ONU) bateu em desfavor à legalização da planta: uma convenção do órgão classifica a folha de coca como um narcótico. 

De acordo com dados da ONU de 2022, a Bolívia — terceiro maior produtor de folha de coca e cocaína do mundo — possui cerca de 29 mil hectares de plantação de coca, dos quais 22 mil são legais.

Comércio

No Peru, o comércio da planta sustenta 70 mil cocaleiros — nome dado aos produtores da planta — e gera uma receita em torno de US$ 279 milhões anuais. 

Dentro do comércio legal de coca, a folha é vendida para mastigação ou uso em cerimônias religiosas, por exemplo. Além disso, há o crescimento do consumo da folha para aliviar os efeitos da altitude do país, aumentando a resistência de quem ainda estiver se acostumando ao lugar.

FONTE/CRÉDITOS: Revista/PEGN
FONTE/CRÉDITOS (IMAGEM DE CAPA): Laszlo Mates/iStock
Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!