VZ1 Notícias

Quarta-feira, 17 de Julho de 2024
IDOSA ACUSADA DE MATAR CACHORRO PARA CONSUMO HUMANO MORRE NO HOSPITAL REGIONAL

Policial
1171 Acessos

IDOSA ACUSADA DE MATAR CACHORRO PARA CONSUMO HUMANO MORRE NO HOSPITAL REGIONAL

Mulher flagrada com cabeça de cachorro em sacola morreu em decorrência de trauma crânioencefálico

IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A idosa Miriam Matos Lima, de 75 anos, acusada de matar cachorros para consumo humano, morreu na manhã desta segunda-feira (08) no Hospital Regional de Patos de Minas. Em fevereiro deste ano, ela foi flagrada na rodoviária de João Pinheiro com uma sacola contendo uma suposta cabeça de cachorro. 

Exposta por vídeos postados nas redes sociais, a idosa foi presa no dia 8 de março por maus-tratos a animais, após a Polícia Civil encontrar na casa dela vários cães em ambiente insalubre e situação precária de sobrevivência.

Miriam Matos aguardava o curso do processo em liberdade

Em 12 de maio, Miriam foi levada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de João Pinheiro, por ter sido supostamente agredida, porém, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (SEJUSP) informou que ela havia caído da cama. Na ocasião, a idosa foi atendida, recebeu alta e foi novamente conduzida ao presídio, com seu quadro considerado estável.

Miriam Matos estava presa preventivamente e teve seu alvará de soltura assinado no dia 23 de maio para aguardar o curso do processo em liberdade.

O laudo médico aponta que a idosa morreu em decorrência de Trauma Cranioencefálico (TCE). Entretanto, não se sabe se ela foi hospitalizada devido às supostas agressões que teria sofrido na prisão ou se houve algum outro trauma posterior.

 

FONTE/CRÉDITOS: JP Agora
FONTE/CRÉDITOS (IMAGEM DE CAPA): Redes Sociais
Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!